Damares Alves: Ministra recebe ameaças, mas nega estar cogitando deixar governo Bolsonaro

Damares Alves, ministra da Mulher, Família e dos Direitos Humanos, marcou um encontro com o presidente da República, Jair Bolsonaro, falando um pouco a respeito de seu futuro no governo.

Ela é tida pela camada evangélica como o principal nome da classe na gestão Bolsonaro, mas pelo que tudo indica, ela deverá abandonar o governo.

A ministra teria alegado problemas de saúde, cansaço, além de inúmeras ameaças de morte, Damares solicitou ao presidente a sua saída do cargo.

A preocupação dela é tão grande, que a ministra costuma não participar das agendas oficiais do governo.

Todos os seus deslocamentos em Brasília são marcados por um forte esquema de segurança e o seu gabinete é guardado pela presença em tempo integral de agentes de segurança.

Damares teria retrucado dizendo que fica no máximo até dezembro deste ano, até concluir as principais agendas já programadas pelo seu ministério.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui